Parece que a ideia de Quentin Tarantino para um filme de Star Trek para maiores de idade está próxima de acontecer. O cineasta apresentou uma proposta para J.J. Abrams, o produtor responsável pela nova safra de três filmes da franquia que gostou da premissa de Tarantino e deu sequência ao projeto que será desenvolvido pela Paramount. Ainda não se sabe se Quentin Tarantino irá dirigir, roteirizar ou somente desenvolver o enredo do longa, o roteiristas Mark L. Smith (O Regresso), Lindsey Beer e Drew Pearce também podem estar ligados ao filme.

Em uma entrevista gravada em 2015 para o podcast do site The Nerdist Tarantino falou sobre o que faria se dirigisse um filme de Star Trek:

Sou um fã da série original de Star Trek, e em particular sou fã de William Shatner (o icônico Capitão Kirk), essa é a minha chave para a série. Você pode pegar os episódios clássicos da série e facilmente expandi-los para 90 minutos ou mais, e com isso fazer algo realmente fantástico. A escolha óbvia seria The City on the Edge of Forever, mas existe uma razão para isso: é uma das melhores histórias de todos os tempos e uma grande história de viagem no tempo. No entanto, pensando mais profundamente nesse conceito acho que um dos episódios com o melhor roteiro da série foi feito para a Nova Geração (Yesterday’s Enterprise).

The City on the Edge of Forever é o vigésimo oitavo episódio da primeira temporada da série clássica de Star Trek, foi escrito por Harlan Ellison, D. C. Fontana e Gene L. Coon. No enredo o Doutor Leonard McCoy (DeForest Kelley) volta no tempo e altera o curso da História, Kirk (William Shatner) e Spock (Leonard Nimoy) o seguem e vão para o passado na esperança de corrigir a linha temporal. Kirk se apaixona por Edith Keeler (Joan Collins), entretanto ele percebe que para salvar o seu futuro ele precisa deixar a mulher morrer.

Quentin Tarantino anunciou que encerraria a sua carreira após dirigir o seu décimo filme. Como o cineasta conta as duas partes de Kill Bill como um filme só, restam apenas dois longas para Tarantino se aposentar. O próximo filme de Quentin Tarantino tem estreia prevista para 2019 e será ambientado em 1969, a trama é protagonizada por um ator e seu amigo dublê, os assassinatos cometidos pelo grupo liderado por Charles Manson também serão abordados.

Anúncios